Maricá/RJ,

O conto “Ayoluwa, a alegria do nosso povo enquanto representação da poética negra”

                                                                                                Tássia do Nascimento (UEL)

Resumo: Pensar a questão da literatura negra significa observar todo um conjunto de demandas histórico-culturais que pretende estabelecer releituras e desmantelar o pensamento racista brasileiro. Neste trabalho pretendo traçar considerações sobre esta contra-corrente literária através da análise do conto Ayoluwa, a alegria do nosso povo, de Conceição Evaristo. Será verificada sua expressão enquanto literatura que busca questionar um discurso estereotipado fazendo uso da palavra ganhadora de novas significações. Para tanto se observará o processo de afirmação da identidade negra, considerando-se o conceito de negritude dentro da literatura e explicitar-se-á a sua manifestação que marca o surgimento de um eu enunciador que se quer 
negro.

Para ler na íntegra clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário